Suplentes só assumem semana que vem em Igarapava

Os suplentes dos cinco vereadores de Igarapava (interior de São Paulo) presos sob acusações de corrupção e formação de quadrilha, que deveriam assumir as vagas dos acusados na sessão de ontem, só assumirão na próxima sessão, na segunda-feira que vem, devido a uma interpretação da legislação. A presidência interina da Câmara entende que a posse seria imediata, mas os suplentes preferem seguir a Lei Orgânica do Município (LOM), que estipula o prazo de 15 dias para a posse a partir do afastamento dos titulares.

BRÁS HENRIQUE, Agencia Estado

31 de março de 2009 | 14h11

A decisão surpreendeu a direção interina da Câmara, pois pela segunda vez consecutiva praticamente não teve sessão, já que o Legislativo não tem o número suficiente de vereadores para votar os projetos - precisa da maioria dos ocupantes das nove cadeiras. Para a presidente interina da Câmara, Denize Mattar Soukef Gobbi (PT), os suplentes assumiriam ontem, seguindo o regime interno da casa. Os suplentes, no entanto, para evitar possíveis transtornos quanto à legalidade da posse, optaram por esperar outra semana, já que o afastamento estava apenas no 13º dia após as prisões dos cinco titulares. Eles tiveram as prisões preventivas decretadas pela Justiça.

Os cinco vereadores presos são acusados de pedirem propina mensal do prefeito Francisco Tadeu Molina (PSDB), entre R$ 15 mil e R$ 20 mil cada, para aprovarem projetos na Câmara. Os presos são Alan Kardec de Mendonça (PSDB), presidente da Câmara, Roberto Silveira (PSDB), José Laudemiro Alves (DEM), Sérgio Augusto Freitas (PP) e José Eurípedes de Souza (PT). Os seus suplentes são: Paulo César de Morais (PSDB), Robson Souza Lisboa (PSDB), Eurípedes Gilberto da Silva (DEM), Leandro Silva (PV) e Rosa Aparecida de Jesus (PT). Freitas ainda é acusado de ser um dos mandantes do assassinato do prefeito Gilberto Soares dos Santos, crime ocorrido em 1998. Ele era vice-prefeito e assumiu a prefeitura após a morte de titular.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraIgarapavaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.