Suplente de Juvenil Alves vai assumir vaga na Câmara

O secretário executivo do Ministério da Agricultura, Silas Brasileiro, disse hoje que ficará no cargo até o final de abril, quando volta para a Câmara para assumir uma vaga de deputado federal. Silas Brasileiro é suplente do deputado Juvenil Alves (PRTB-MG), cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso na captação e gasto ilícito de recursos em sua campanha eleitoral nas eleições de 2006. O anúncio de que Silas Brasileiro deixará o cargo foi feito pelo presidente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Wagner Rossi, que tem sido cotado para ocupar a vaga no ministério. "Esse foi o último anúncio de safra feito pelo Silas", disse Rossi.

FABÍOLA SALVADOR, Agencia Estado

07 de abril de 2009 | 13h15

Apesar de figurar na bolsa de apostas, Rossi disse que não quer ocupar a secretaria executiva. "Eu não serei", contou. "Pedi para que meu nome não fosse incluído na lista. Não tenho perfil para esse tipo de trabalho", completou. Silas Brasileiro classificou os nomes de possíveis sucessores como "rumores, especulações" e disse que a escolha será feita pelo ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes. Ele admitiu, no entanto, que o nome escolhido por Stephanes será avaliado pelo PMDB, partido de ambos.

Tudo o que sabemos sobre:
CâmaraAgriculturaJuvenil Alves

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.