Suplente de Arruda assume defendendo a CPMF

O empresário Lindberg Aziz Cury assumiu a vaga de senador pelo Distrito Federal aberta com a renúncia do ex-senador José Roberto Arruda, na semana passada. Cury assumiu com um discurso defendendo a pequena empresa, a simplificação dos tributos por meio de uma reforma tributária e o aumento das alíquotas da CPMF. O novo senador considerou a CPMF como um avanço na estrutura de cobrança de tributos no País porque, na sua opinião, onera de forma mais acentuada os mais ricos. Ele manteve a sua postura de querer assinar a CPI mas informou que antes ouvirá o PFL, seu partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.