Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Suíça diz que errou ao liberar dados sobre fiscais do RJ

A Justiça da Suíça diz que a procuradoria do país se equivocou ao entregar ao Ministério Público brasileiro documentos para uma investigação sobre corrupção de fiscais de impostos do Rio de Janeiro. O Tribunal Federal suíço disse que a Procuradoria-Geral deveria ter pedido mais informações às autoridades brasileiras antes de entregar registros bancários da ordem de US$ 35,6 milhões, recursos congelados em seis contas em Genebra.A corte disse que cinco cidadãos brasileiros queixaram-se da entrega de seus dados. Eles não foram identificados. No Brasil, quatro fiscais de impostos do Estado do Rio de Janeiro são acusados de terem se apropriado indevidamente de milhões de dólares, obtidos mediante suborno.Ao divulgar sua decisão, o Tribunal Federal suíço disse que o pedido brasileiro de assistência jurídica estava incompleto pois, entre outras coisas, não estabelecia relação entre o dinheiro depositado na Suíça e os subornos pelos quais os funcionários são investigados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.