Suecos adoram leite. Mas só o das vacas de casa

Os suecos são conhecidos por seu amor pela natureza, comida sadia e dieta saudável, mas quando se trata de leite, são ainda mais rigorosos: bebem leite de vacas criadas em casa e em nenhum lugar mais.É o que revela uma pesquisa , divulgada hoje pela Associação Sueca de Laticínios, que tem um claro interesse na promoção de produtos lácteos. A enquete demonstra que metade da população do país pararia de beber leite se ele não se originasse de vacas suecas.?As conclusões que se podem tirar dessa pesquisa é que os suecos têm um relacionamento afetivo com nossas vacas e uma grande confiança em nossos fazendeiros?, diz Christer Eliasson, ele mesmo um produtor e presidente da associação.A pesquisa, que foi realizada entre 22 de abril e 2 de maio, perguntou a 1.000 pessoas o que pensavam das vacas. Apenas 10% disseram que tinham medo do plácido animal e 80% asseguraram que gostavam dele. Não há margem de erro.Os pesquisadores quiseram saber também se a pessoa afagaria uma vaca, se tivesse oportunidade. Mesmo 17% dizendo que a achavam perfumada, não pensariam em colocar as mãos nela.A partir desta semana, eles poderão fazer as duas coisas sem preocupar-se com mau cheiro ou sujeira. A CowParade, um movimento organizado pelos agentes de turismo para atrair mais visitantes à capital escandinava, começa sua carreira de três meses em Estocolmo, com cerca de 100 réplicas bovinas de fiberglass, em tamanho natural, espalhadas pela cidade. Cada vaca é pintada com um tema diferente.A CowParede é um projeto internacional de arte, que começou em Zurique, na Suiça, em 1988. No final de setembro, as vacas serão leiloadas e o dinheiro arrecado doado ao Children´s Rights in Society.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.