Sucessão já começou, diz Guerra

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), afirmou ontem que a sucessão de 2010 já começou e uma das estratégias agora será procurar o PMDB, que se fortaleceu nas eleições municipais. Ao citar os governadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) como vitoriosos, ele afirmou que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, saiu enfraquecida. "Ela tem que dizer a que veio."Guerra reconheceu que Dilma é uma candidata "boa para o PT" e tem liderança no ambiente do governo. "Mas é autoritária e passa autoritarismo e arrogância", ponderou o presidente do PSDB.Ao admitir que as eleições municipais tiveram o "objetivo mais amplo de construir a vitória do PSDB em 2010", Guerra disse que o PMDB será decisivo nos próximos dois anos e nenhum candidato vai querer ficar longe do partido. "Temos muitos amigos no PMDB e vamos procurar esses setores."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.