Substituto será eleito amanhã

Projeto tira função de corregedor do segundo-vice

Denise Madueño, O Estadao de S.Paulo

10 de fevereiro de 2009 | 00h00

A Câmara escolhe amanhã, por eleição secreta no plenário, o substituto do deputado Edmar Moreira (DEM-MG) na segunda vice-presidência da Casa. Antes da eleição, no entanto, os parlamentares deverão votar hoje um projeto que cria a corregedoria da Câmara e desvincula a função de corregedor da segunda-vice-presidência. "Há a intenção de desvincular. Está na pauta", disse o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP).Caso a proposta seja aprovada, o cargo a ser criado deverá ser preenchido pelo DEM, como adiantou Temer, a quem caberá nomear o corregedor. "Como o corregedor era o segundo-vice, muito natural que seja ocupada por um deputado do DEM", afirmou. No acordo entre os 14 partidos para montar a chapa que elegeu Temer presidente da Câmara, coube ao DEM a ocupação da segunda-vice-presidência. Essa disposição de Temer deve diminuir a resistência do partido à retirada da função da segunda-vice.Os mais cotados no DEM para ocupar o cargo de corregedor são os deputados Vic Pires Franco (PA) e Roberto Magalhães (PE). GASTOSA pressão para que Moreira revele as notas fiscais que justificariam os gastos com segurança privada realizado com verbas indenizatórias aumentou ontem. Moreira teria utilizado R$ 245,6 mil de sua verba em serviços de segurança particular, justamente seu ramo de atuação. A verba indenizatória é de R$ 15 mil mensais e, normalmente, os deputados pedem ressarcimento de gastos com combustíveis, consultoria, impressos e aluguel de escritório. "Se depender da minha insistência, ele (Moreira) apresentará as notas pelo menos referentes à segurança", afirmou Temer.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.