Marco Aurélio Martins/Ag. A TARDE
Marco Aurélio Martins/Ag. A TARDE

Subsecretário de segurança da Bahia atira contra MST

Segundo os integrantes do movimento, Ari Pereira fez três disparos; a assessoria de imprensa da secretaria confirma apenas um

Tiago Décimo , Agência Estado

10 de setembro de 2013 | 17h44

O subsecretário de Segurança Pública da Bahia, Ari Pereira, atirou contra um grupo de cerca de mil integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) que acampam, desde segunda-feira, 9, no Centro Administrativo da Bahia.

Segundo integrantes do movimento, Pereira fez três disparos. Ninguém ficou ferido, mas uma das portas da sede da SSP foi danificada por um tiro.

A confusão ocorreu por volta das 8h desta terça-feira, 10, quando os acampados, que ocupavam a área externa da sede do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na Bahia, decidiram ir até o prédio da SSP protestar contra a demora na investigação do assassinato de Fábio Santos, um dos líderes do movimento, morto em abril.

Imagens captadas pelo MST mostram o subsecretário apontando uma pistola na direção dos manifestantes.

A assessoria de imprensa da SSP confirmou que Pereira atirou, mas apenas uma vez, como "advertência", pois o prédio teria sido invadido, fato negado pelo MST. Após o tumulto, manifestantes montaram acampamento na frente da secretaria.

À tarde, o secretário de Segurança, Maurício Barbosa, recebeu os líderes do movimento para discutir a investigação do homicídio. Pouco depois, o MST desmontou o acampamento.

Tudo o que sabemos sobre:
MSTBahiatiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.