Subsecretário de Saúde é preso e liberado no RJ

O subsecretário estadual de Saúde, Roberto Chabo, foi preso, acusado de prevaricação, por ordem da juíza Maria Paula Galhardo, da 6.ª Vara de Fazenda Pública. Como tem direito a foro privilegiado, ele foi liberado. O caso será apreciado pelo desembargador Murta Ribeiro. A secretaria é ré em ação movida por Luís Cláudio Fuoco das Chagas, pai de duas crianças nascidas na clínica Perinatal, em Laranjeiras, zona sul. O governo deixou de fornecer gratuitamente remédios para as crianças, descumprindo ordem judicial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.