STJ tem 34 mil processos atrasados

Cerca de 34 mil processos estão com andamento prejudicado no Superior Tribunal de Justiça (STJ), devido a paralisação de quase um mês da Imprensa Nacional, responsável pela edição do Diário da Justiça. Os autos só podem ser liberados com a publicação dos acórdãos e das decisões dos ministros. Só na Primeira Turma do STJ, 77% das decisões que aguardam publicação são relativas a causas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O acúmulo de processos, segundo a assessoria de imprensa do STJ, comprometeu a qualidade do atendimento ao público, já que dificulta a localização de cada um deles. Por falta de espaço nos armários para acomodar os processos que estão aguardando a publicação, muitos estão sendo depositados no chão de uma sala que está sendo usada como arquivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.