STJ revoga prisão preventiva de líder do MST

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) concedeu habeas corpus a Jaime Amorim, coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST) na tarde desta terça-feira.A decisão revoga a prisão preventiva decretada contra o dirigente, acusado de formação de quadrilha e dano ao patrimônio público em processo que investiga depredação ao prédio do consulado norte-americano no Recife, no dia 5 de novembro passado, por integrantes do MST durante protesto contra o presidente George W. Bush.Jaime teve prisão preventiva decretada pela terceira vez no dia 20 de setembro. Também pela terceira vez, o STJ concedeu habeas corpus, com a determinação de que ele deve comparecer a todas as audiências previstas no processo. Ele vinha faltando às audiências, sob a alegação de que, se aparecesse, seria preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.