STJ recebe ação de Maluf contra Alckmin

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) recebeu o inquérito no qual o ex-prefeito da capital paulista, Paulo Maluf (PPB), acusa o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), de crime eleitoral durante a campanha pela prefeitura de São Paulo. Os advogados de Maluf encaminharam inicialmente a notícia-crime à Justiça Eleitoral de 1ª Instância, alegando que o adversário do então candidato à prefeitura teria cometido os crimes de injúria e difamação, em setembro do ano passado, durante uma caminhada pela Avenida Paulista. Segundo os advogados do pepebista, durante a caminhada, em entrevista a jornalistas, Alckmin teria acusado Maluf de fraude eleitoral. O atual governador teria tambem dito que Maluf estaria contratando candidatos ?nanicos? para atacá-lo na TV e no rádio. O caso estava tramitando na Justiça Eleitoral em São Paulo. Mas, após a morte do ex-governador Mário Covas e a posse de Alckmin, os advogados do tucano pediram a transferência do inquérito para o STJ, que é o tribunal responsável pelo julgamento das ações penais contra governadores de Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.