STJ nega liminar a ex-juiz acusado de tráfico de drogas

O ministro Fernando Gonçalves, da Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça, manteve a prisão do ex-juiz Nestor José do Nascimento, preso desde 91 acusado de ter consentido a guarda de drogas em seu apartamento. Os advogados do ex-juiz tentaram uma ação de habeas corpus, para que Nascimento possa cumprir a pena em prisão domiciliar. A defesa argumenta que ele já tem 67 anos e está doente. Nascimento era juiz em São João de Meriti, no Rio de Janeiro e foi condenado a 21 anos e 6 meses de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.