STJ nega habeas corpus a acusado de fraude

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou pedido de habeas corpus de Ricardo Luiz Paranhos de Macedo Pimentel. Ele está preso por atuar em suposto esquema de fraudes de licitações e superfaturamento na contratação de servidores e shows em Campos dos Goytacazes (RJ), desarticulado pela Polícia Federal na Operação Telhado de Vidro. Suposto coordenador do esquema, Pimentel alegava ser excessivo o prazo da prisão preventiva e contestava a competência da Justiça Federal para processá-lo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.