STJ mantém preso presidente do Legislativo de Rondônia

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou nesta segunda-feira o pedido de habeas corpus apresentando pela defesa do deputado estadual de Rondônia José Carlos de Oliveira, o Carlão, acusado de envolvimento no esquema de desvio de recursos públicos de Rondônia. O deputado, presidenten da Assembléia Legislativa do Estado, ficará preso na Polícia Federal pelo menos até que o mérito do habeas-corpus seja apreciado pela Quinta Turma, o que não tem data prevista para ocorrer. Carlão está preso por porte ilegal de armas. O deputado foi preso em flagrante no dia 4 de agosto na Operação Dominó, que cumpriu mandado de busca e apreensão em sua casa. Na ocasião, foram encontradas armas ilegais na residência. A prisão também se deu por suposto crime de formação de quadrilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.