STJ mantém juiz Nicolau preso da PF

Os advogados do juiz aposentado Nicolau dos Santos Neto fracassaram na tentativa de retirá-lo da Custódia da Polícia Federal de São Paulo, onde está preso desde o final de outubro, sob a acusação de envolvimento no desvio de recursos da obra do Fórum Trabalhista de São Paulo. O ministro Fernando Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou pedido de liminar da defesa do ex-magistrado, para que ele fosse transferido para prisão domiciliar. Em seu despacho, Fernando Gonçalves afirma que não constatou, em uma primeira análise, nenhum desrespeito à legislação ou abuso de poder na decisão do Tribunal Regional Federal (TRF) da 3a Região que determinou o retorno de Nicolau na Custódia da PF. Antes desse julgamento, o juiz aposentado estava em prisão domiciliar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.