STJ deve julgar 3ª recurso do massacre de Eldorado dos Carajás

Coronel condenado a 228 anos de prisão por comandar o massacre de 19 do MST quer anulação do julgamento

Agência Brasil,

23 de junho de 2009 | 11h58

A Quinta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) poderá julgar nesta terça-feira, 23, as partir das 13 horas, o recurso apresentado pelo coronel Mario Colares Pantoja, um dos comandantes do massacre de Eldorado dos Carajás.

 

O coronel pede a anulação do julgamento em que foi condenado a 228 anos de prisão. Na sessão de hoje, deve ser analisado o pedido de adiamento formulado pela defesa do coronel, e o julgamento poderá ser adiado.

 

O massacre ocorreu em 17 de abril de 1996, quando 1,5 mil trabalhadores rurais sem terra ocuparam a rodovia PA-150, no município paraense de Eldorado dos Carajás, para exigir a desapropriação de uma área na região. No confronto com os policiais chamados para desobstruir a estrada, 19 trabalhadores rurais morreram e 69 ficaram feridos.

Tudo o que sabemos sobre:
Eldorado dos Carajás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.