STJ decide hoje sobre concorrência da Caixa

O presidente do Superior Tribunal de Justiça, Nilson Naves, decidirá hoje à tarde se vai liberar ou não a Caixa Econômica Federal para fazer uma concorrência na contratação de empresa prestadora de serviço de informática. O objetivo é escolher uma empresa que substituirá a Gtech, empresa que, segundo denúncias, teria sido beneficiada no contrato com a CEF pelo ex-assessor da Casa Civil da Presidência da República, Waldomiro Diniz. O Tribunal de Contas da União já fez recomendações para que seja realizada essa concorrência, que foi suspensa por uma decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, sediado em Brasília. O ministro Nilson Naves vai despachar um pedido da União para suspender a decisão do TRF.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.