STJ condena Lula a indenizar ex-prefeito de Campinas

O presidente Luiz Inácio Lula daSilva foi condenado a pagar 78 mil reais por danos morais a umex-prefeito de Campinas por uso de expressão ofensiva em umaentrevista, anunciou o Superior Tribunal de Justiça (STJ) nestaquarta-feira. A decisão em favor do ex-prefeito Francisco Amaral éassinada por Carlos Alberto Direito, que tomou posse nestaquarta-feira como ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)por indicação do próprio Lula. Em entrevista concedida em março de 2001, quando ainda erapré-candidato à Presidência da República, Lula acusou osgovernantes de Campinas de "assaltar" a cidade. Segundo o site do STJ, Lula teve negado um pedido parareduzir o valor da indenização, que foi fixada, em primeira esegunda instâncias, em 200 salários mínimos. No recurso ao STJ,a defesa de Lula queria apenas a revisão do valor, semquestionar o cabimento da indenização, acrescentou a nota nosite. Em março de 2001, quando ocorreu a entrevista na qual Lulafez o ataque, esse valor chegava a 40 mil reais. Com aatualização monetária e o acréscimo dos juros legais, o valorchega a 78.178,68 reais. (Texto de Maurício Savarese)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.