STJ autoriza abertura de inquérito contra Beto Richa

O caso cobre sob segredo de Justiça

Rafael Moraes Moura e Breno Pires, O Estado de S.Paulo

30 Março 2017 | 23h44

BRASÍLIA - A ministra Nancy Andrigui, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), autorizou na última quarta-feira (29) a abertura de inquérito contra o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB). O caso, que corre sob segredo de Justiça, diz respeito à concessão de licença ambiental pelo Instituto Ambiental do Paraná. Até a publicação deste texto, a reportagem não obtido resposta da Secretaria de Comunicação Social do governo do Paraná.

Outros governadores também estão sob a mira da Justiça. A Procuradoria-Geral da República (PGR) denunciou nesta quinta-feira, 30, o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB). Ele é acusado de corrupção passiva por ter parte de uma dívida de campanha eleitoral, no valor de R$ 90 mil, paga em troca de um aditivo realizado em contrato do Estado com a Delta Engenharia.

Nesse mesmo dia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), do Pará, cassou o mandato do governador Simão Jatene (PSDB) e de seu vice, Zequinha Marinho (PSC), que  são acusados por abuso de poder político.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.