STF veta benefício a procuradores de PE

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, suspendeu decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região que dava 60 dias de férias por ano, com adicional de um terço ao salário, para os procuradores da Fazenda Nacional em Pernambuco. A ministra concluiu que a sentença do TRF lesa a ordem pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.