Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

STF retoma julgamento de réus acusados de lavagem

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Ayres Britto, abriu na tarde desta quinta-feira a 23ª sessão de julgamento do processo do mensalão. Após os votos do relator Joaquim Barbosa e do revisor Ricardo Lewandowski, os outros oito ministros retomarão o julgamento dos 10 réus acusados pelo crime de lavagem de dinheiro. A ministra Rosa Weber será a primeira a votar nesta tarde.

RICARDO BRITO, Agência Estado

13 de setembro de 2012 | 14h41

Na sessão desta quarta-feira (12), Lewandowski condenou seis dos dez réus: a acionista e ex-presidente do Rural Kátia Rabello, o ex-vice-presidente do banco José Roberto Salgado, o empresário Marcos Valério, seus antigos sócios Cristiano Paz e Ramon Hollerbach, e a ex-diretora financeira da agência Simone Vasconcellos.

Foram absolvidos pelo revisor Ayanna Tenório, ex-vice-presidente do Rural; Vinícius Samarane, ex-diretor e atual vice-presidente do banco; Geiza Dias, ex-funcionária de Valério, e Rogério Tolentino, ex-advogado das empresas de Valério. O relator Joaquim Barbosa, por sua vez, tinha votado pela condenação de nove réus e livrado apenas Ayanna da acusação, já absolvida do crime de gestão fraudulenta.

Por enquanto, o Supremo não deve realizar sessões extras para acelerar o julgamento do processo. Os ministros devem manter o cronograma de três encontros semanais para apreciar o caso e, para compensar a demora na conclusão do processo, tentar encurtar o tempo usado por cada um deles na leitura dos votos.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãojulgamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.