STF rejeita recurso de irmão de Requião

O ministro Ricardo Lewandowski rejeitou ação pela qual Maurício Requião, irmão do governador do Paraná, Roberto Requião, pretendia suspender decisão que determinou seu afastamento do cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Maurício foi afastado do posto por descumprimento da súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal que proíbe o nepotismo. Lewandowski lembrou que o plenário do STF já analisou a questão e determinou o imediato cumprimento da decisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.