STF quebra sigilo de Jader no caso Banpará

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu quebrar o sigilo bancário do senador Jader Barbalho (PMDB-PA) em relação às denúncias de que teria se beneficiado de desvio de dinheiro público do Banco do Estado do Pará (Banpará), quando era governador paraense. Com a decisão de hoje, adotada pelo ministro Carlos Velloso em julgamento de solicitação feita pelo procurador-geral da República, Geraldo Brindeiro, instaura-se no Supremo Tribunal um inquérito penal contra o senador.O ministro Carlos Velloso é o mesmo que, na semana passada, determinou a quebra do sigilo bancário e do sigilo fiscal de Jader Barbalho para permitir a investigação sobre emissão e negociação irregulares de Títulos da Dívida Agrária (TDAs) - outra fraude que teria beneficiado o senador paraense, presidente licenciado do Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.