Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

STF nega recurso de Maluf que pedia destruição de provas

Provas enviadas pela Suíça possibilitarão ao Ministério Público Federal usar ações penais futuras

da Redação

13 de março de 2009 | 13h33

O Supremo Tribunal Federal negou nesta quinta-feira recurso do ex-prefeito e deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) em que pedia a destruição de provas enviadas pela Suíça que possibilitam ao Ministério Público Federal usar como provas em ações penais futuras, segundo o site do MPF.

 

A decisão de encaminhar os documentos ao MPF é do ministro Ricardo Lewandowski. Ele havia acolhidos recurso anterior de Maluf, mas o órgão solicitou cópia dos arquivos que estavam sendo arquivados e o ministro então decidiu pelo encaminhamento para que o MP tomasse as decisões cabíveis.

 

O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, informou que o Ministério Público já definiu para que fim utilizará a documentação, ou seja, "dentro, precisamente, dos termos do acordo e com as observações encaminhadas pelo governo suíço".

Tudo o que sabemos sobre:
Paulo MalufSTF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.