STF nega liminar a Delúbio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes negou o pedido de liminar do ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares para suspender a primeira das ações penais contra os envolvidos no mensalão. Delúbio argumentou que só poderia ser acusado de gestão fraudulenta se tivesse exercido cargo na administração de instituição financeira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.