STF manda soltar 15 envolvidos na Operação Furacão

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello concedeu ontem habeas-corpus a 15 denunciados na Operação Hurricane (Furacão). Iniciada em dezembro de 2005, a operação levantou indícios de que os acusados teriam envolvimento em esquema de corrupção em inquéritos contra casas de bingo e jogos ilícitos.Entre os beneficiados com a decisão estão os empresários Licínio Bastos e Laurentino dos Santos, o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa), Ailton Guimarães Jorge, conhecido como capitão Guimarães, e o sobrinho dele, Júlio Guimarães. Eles também são suspeitos de fornecer informações privilegiadas sobre operações de repressão aos jogos.O ministro do STF ressaltou que os beneficiados com os habeas-corpus só serão soltos se não tiverem nenhum outro decreto de prisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.