STF manda libertar lobista Hugo Chicaroni

O ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou hoje a libertação do professor universitário Hugo Chicaroni, o único dos acusados pela Operação Satiagraha da Polícia Federal (PF) que ainda estava preso. O ministro Eros Grau estendeu para Chicaroni os efeitos de uma decisão tomada anteriormente, que concedeu habeas-corpus ao ex-presidente da Brasil Telecom Humberto Braz. O lobista é acusado, junto com Humberto Braz, de participar da tentativa de suborno do delegado federal Victor Hugo Rodrigues Freire.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.