STF livra petista no caso do dossiê

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski anunciou ontem que não encontrou indícios de envolvimento dos ministros Dilma Rousseff (Casa Civil) e Tarso Genro (Justiça) com a produção e vazamento de um dossiê sobre os gastos sigilosos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e da ex-primeira-dama Ruth Cardoso. "Examinei os autos e entendi que por ora não há indícios contra as autoridades", disse Lewandowski. "Considero não haver, até o momento, indícios ou elementos de prova." Ele ordenou a devolução do inquérito à 12.ª Vara Federal do Distrito Federal.Havia suspeitas de que o dossiê tivesse sido produzido dentro do governo. A papelada surgiu no ano passado, antes da instalação da CPI dos Cartões Corporativos, que tinha o objetivo de investigar suspeitas no uso de cartões corporativos por integrantes do governo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.