STF livra Dirceu de denúncia, Gushiken responderá por peculato

Em julgamento que já dura dois dias, oSupremo Tribunal Federal recusou nesta sexta-feira, porunanimidade, a primeira denúncia contra o ex-ministro JoséDirceu e os petistas José Genoino, Delúbio Soares e SilvioPereira por crime de peculato. O tribunal aceitou, porém, a denúncia contra o ex-ministroLuiz Gushiken, o empresário Marcos Valério e seus sócios RamonHollerbach e Cristiano Paz, além de Henrique Pizzolato,ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil.A denúncia por crime de peculato--apropriação indevida dedinheiro ou bens públicos por funcionário público para proveitopróprio ou de terceiros-- refere-se a supostos desvios dedinheiro no Banco do Brasil para beneficiar Marcos Valério,seus sócios, e o próprio PT por meio da Visanet em contrato coma agência de publicidade DNA. Conforme já havia ocorrido durante blocos anteriores dojulgamento, os ministros decidiram excluir o advogado RogérioTolentino. (Por Natuza Nery)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.