STF liberta acusado de mandar matar Celso Daniel

O presidente do Supremo Tribunal Federal(STF), ministro Nelson Jobim, determinou a libertação do empresário Sérgio Gomes da Silva, o Sombra, acusado de ser o mandante do assassinato do ex-prefeito de Santo André, Celso Daniel, em janeiro de 2002. Ele estava preso preventivamente desde dezembro do ano passado, quando o Ministério Público o denunciou por homicídio triplamente qualificado. De acordo com o MP, o empresário teria encomendado a morte de Celso Daniel com o objetivo de manter um suposto esquema de corrupção de Santo André.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.