STF deve determinar mais prisões de condenados do mensalão nesta segunda

Outros sete réus podem receber ordem de prisão, entre eles o delator do esquema, Roberto Jefferson

O Estado de S. Paulo

18 de novembro de 2013 | 08h55

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, deve determinar a prisão de outros condenados pelo mensalão nesta segunda-feira, 18. Até o momento, ele ordenou a prisão de 12 réus, dos quais 11 estão recolhidos em estabelecimentos prisionais em Brasília. O ex-diretor do Banco do Brasil Henrique Pizzolato está foragido na Itália.

Outros sete condenados devem receber a ordem de prisão, entre eles o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB), delator do mensalão. A Polícia Federal ainda não confirma se já recebeu novos mandados.

Nesta segunda, o juiz da Vara de Execuções Penais do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios Ademar Silva de Vasconcelos pode decidir qual será o destino dos presos. Ele terá de definir, por exemplo, se os condenados permanecerão na penitenciária da Papuda ou serão transferidos.

Caberá ao juiz também definir, por exemplo, sobre a possibilidade de o preso deixar a prisão para trabalhar e voltar à noite, se pode receber autorização para encontrar a família em finais de semana.

Tudo o que sabemos sobre:
mensalãocondenados do mensalão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.