STF decide arquivar recurso de Joaquim Roriz

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu arquivar o recurso do ex-candidato Joaquim Roriz (PSC) que questionava a aplicação da Lei da Ficha Limpa. A Corte julgou que diante da renúncia de Roriz, que colocou a mulher dele como candidata ao governo do Distrito Federal, o recurso não teria mais sentido. Os ministros declararam ainda que o reconhecimento da repercussão da matéria fica mantido, valendo para qualquer outro recurso sobre a constitucionalidade da lei.

ROSANA DE CASSIA, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 15h19

A ação contra Roriz foi motivada porque o ex-governador renunciou ao mandato de senador em 2007 para fugir de um processo que poderia cassar o mandato dele. Roriz tentou reverter a decisão no STF, mas o julgamento terminou empatado, deixando a candidatura dele no limbo. Em seu lugar, o ex-governador indicou Weslian Roriz para cabeça de chapa da coligação "Esperança Renovada".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.