STF autoriza depoimento de Battisti no Rio

Preso no Brasil desde março de 2007, o ex-ativista italiano Cesare Battisti deve viajar neste mês para o Rio de Janeiro. O ministro Cezar Peluso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou a viagem para que Battisti preste depoimento ao juiz da 2ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro.

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agencia Estado

07 de dezembro de 2009 | 18h47

No mês passado, o STF concluiu que Battisti pode ser extraditado para a Itália, mas ressaltou que a decisão sobre entregá-lo ou não ao país estrangeiro será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ex-integrante do movimento Proletários Armados pelo Comunismo (PAC), Battisti foi condenado na Itália à prisão perpétua em processos nos quais foi acusado de envolvimento com assassinatos.

No Brasil, o italiano é investigado por suposto uso de documentos falsos. No caso de o governo brasileiro resolver extraditá-lo, deverá decidir se a entrega ocorrerá antes ou depois do cumprimento de uma eventual pena por suposto uso de documentos falsos.

Segundo o STF, a viagem para o Rio de Janeiro para prestar o depoimento foi autorizada por Cezar Peluso. Ele é o relator do processo de extradição e no julgamento votou a favor da entrega obrigatória de Battisti para o governo italiano.

Tudo o que sabemos sobre:
BattistiSTFdepoimentoautorização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.