STF abre ação contra deputado por briga de bar em GO

Em dezembro de 2000, Leréia atirou um copo de chope em Erivan Bueno de Morais, na época secretário

FELIPE RECONDO, Agencia Estado

20 de fevereiro de 2008 | 16h14

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu uma ação penal contra o deputado federal Carlos Alberto Leréia (PSDB-GO) por lesão corporal. Em dezembro de 2000, Leréia, então deputado estadual, atirou um copo de chope em Erivan Bueno de Morais, na época secretário estadual da Indústria, Comércio e Turismo de Goiás. Os dois discutiram e brigaram em um bar de Goiânia. Ferido, Erivan ficou afastado do trabalho por mais de 30 dias. Por isso, a pena de lesão corporal, que seria de três meses a um ano de detenção, aumenta para prisão de um a cinco anos. O deputado informou que só vai se pronunciar depois que for notificado pelo STF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.