SP: segurança domina debate entre candidatos

Segurança foi o tema dominante do debate entre os candidatos ao governo de São Paulo promovido pela Rede Record nesta segunda-feira, 20. Estiveram presentes Geraldo Alckmin (PSDB), Aloizio Mercadante (PT), Celso Russomanno (PP), Paulo Skaf (PSB), Fábio Feldmann (PV) e Paulo Bufalo (PSOL).

RODRIGO ALVARES E JAIR STANGLER, Agência Estado

21 de setembro de 2010 | 02h15

Nos raros momentos de confronto do debate, Mercadante acusou o governo do PSDB em São Paulo de ter permitido o crescimento do PCC nos presídios. "Ele falou que os presos trabalham. Trabalham no PCC, que é quem comanda a segurança em SP. Foi na sua gestão que houve as rebeliões", acusou o petista.

Já Alckmin defendeu a gestão tucana na segurança. Afirmou que seu governo aumentou o número de vagas em presídios e citou a redução no número de homicídios durante os governos do PSDB. Segundo ele, "se o Brasil reduziu um pouco a criminalidade, deve a São Paulo"

Outro tema que mereceu a atenção dos candidatos foi a educação em São Paulo. Mercadante e Russomanno criticaram a "progressão continuada", dizendo se tratar na verdade de "aprovação automática." Alckmin rebateu afirmando que muitas prefeituras do PT usam a progressão automática. Bufalo criticou o arrocho salarial dos professores no Estado, o tucano respondeu que São Paulo é o único Estado a investir 30% em Educação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.