SP exige articulação metropolitana, diz Erundina

A candidata da Coligação PSB-PMDB à Prefeitura de São Paulo, Luíza Erundina, afirmou hoje em entrevista no Grupo Estado que os problemas da cidade são metropolitanos e, por isso, sua solução deve ser objeto de diálogo e planejamento a partir de uma articulação integrada com os 39 municípios da região. "São Paulo precisa ser planejada não só no prazo de 4 anos, mas temos de pensar em planejar São Paulo numa perspectiva de curto, médio e longo prazos".Em sua opinião, o prefeito deve ter uma dimensão estratégica no contexto nacional que precisa não se limitar apenas a administrar a cidade por quatro anos, mas tem que mobilizar a força política da cidade e procurar influir nos juros da política econômica. "A cidade deve intervir na economia e ter uma política de crescimento econômico e desenvolvimento sustentado e também enfrentar a questão tributária como fator indutor do crescimento econômico da cidade". Para Erundina, a prefeitura deve participar de ações preventivas, integradas e de combate em relação aos problemas sociais.Erundina é segunda entrevistada série Eleições no Estadão, cuja agenda prevê para amanhã a participação da prefeita Marta Suplicy, candidata à reeleição pelo PT. O candidato do PSDB, José Serra, encerrará a rodada de entrevistas na sexta-feira, sempre no horário das 10h às 12h, com transmissão da Rádio Eldorado e acompanhamento do portal Estadão.com.br.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.