SP deve vacinar 3,3 milhões de crianças contra paralisia

A Secretaria Estadual da Saúde realizará no próximo dia 14 de junho, em todo o Estado de São Paulo, a primeira fase da Campanha Nacional Contra a Paralisia Infantil. Todas crianças até cinco anos devem ser imunizadas. A meta da Secretaria é imunizar cerca de 3,3 milhões de crianças, o correspondente a 95% dos 3,5 milhões em idade de vacinação. A segunda dose da vacina será aplicada em 23 de agosto. Serão distribuídos, nesta primeira fase, 5,5 milhões de doses. São cerca de 14 mil postos disponíveis à vacinação.Além dos postos fixos, as crianças terão vacinas à disposição em postos volantes, escolas, lanchonetes, supermercados e shoppings. Postos fixos também disponibilizarão doses de outras vacinas para atualização do calendário infantil. Em 2002, chegou-se a 94,67% de vacinação na primeira fase.´A campanha de vacinação é extremamente importante para mantermos São Paulo livre da poliomielite. Os pais precisam perder poucos minutos do sábado para manter em dia a saúde dos filhos´, afirma o secretário estadual de Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.A poliomielite está erradicada do Brasil desde 1989, quando foram registrados os últimos casos confirmados da doença nos Estados do Rio Grande do Norte e Paraíba. No Estado de São Paulo, o último caso registrado foi em 1988, no município de Teodoro Sampaio. Apesar da erradicação, os países livres da poliomielite precisam altas coberturas vacinais e rigorosa vigilância para que a doença não volte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.