SP aprova reajuste de 26,1% no salário de Alckmin, que ganhará R$ 18.725 em 2011

Aumento também foi repassado aos dissídios do vice-governador e dos secretários, que foram para R$ 17.789 e R$ 14.980

Lucas de Abreu Maia, de O Estado de S.Paulo,

09 Dezembro 2010 | 18h20

SÃO PAULO - A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou nesta quinta-feira, 9, por unanimidade, o reajuste do salário do governador, que passou de R$ 14.850 para R$ 18.725. O aumento - de 26.1% - também foi repassado aos dissídios do vice-governador e dos secretários, que foram para R$ 17.789 e R$ 14.980, respectivamente. A votação foi feita depois de um acordo entre os líderes de todos os partidos. O salário do governador é o teto do funcionalismo público no Estado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.