Sorocaba tem 14 casos confirmados de dengue

Já são 14 os casos confirmados de dengue este ano em Sorocaba. Há outros 67 casos suspeitos, dependentes de confirmação por exames que ficam prontos na próxima semana. Apesar de informar que em todas as ocorrências os pacientes viajaram para regiões infectadas, a Vigilância Sanitária admite que a cidade corre o risco de uma epidemia. Sorocaba era uma das poucas cidades onde a dengue ainda não tinha chegado. Segundo o agente sanitarista Pedro Luiz Machado, da Seção de Prevenção e Controle de Zoonoses, o problema é que muitos sorocabanos viajaram para o Rio de Janeiro durante o carnaval e podem ter se contaminado naquela cidade. Como Sorocaba tem muitos focos do mosquito transmissor, a doença pode se alastrar. O mosquito passa a transmitir a dengue após contato com pessoas doentes. A prefeitura está utilizando um helicóptero para localizar os possíveis focos do mosquito. A cidade foi dividida por regiões e, após os sobrevôos, equipes efetuam o combate em terra. Calouros da Universidade de Sorocaba (Uniso) estão auxiliando na eliminação dos focos, como forma de trote educativo.PneusUm depósito com cerca de 4 milhões de pneus velhos no distrito industrial de Sorocaba tornou-se uma das principais preocupações da Vigilância Sanitária. Os pneus, usados pela empresa Borcol para a fabricação de tapetes para veículos, estão a céu aberto e podem acumular a água da chuva. A empresa mantém uma equipe monitorando diariamente a área. São realizadas pulverizações periódicas no local, a fim de evitar a formação de larvas. A empresa importou uma máquina para picar os pneus, mas, devido à grande quantidade, o trabalho poderá demorar anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.