Sorocaba pode ter disputa em família pela prefeitura em 2012

Pré-candidato do PMDB, o ex-prefeito Renato Amary terá de derrotar a ex-mulher, a deputada estadual Maria Lúcia Amary, do PSDB, para voltar a comandar a administração municipal

José Maria Tomazela, de O Estado de S.Paulo

26 de dezembro de 2011 | 19h12

SOROCABA - As eleições municipais em Sorocaba, um dos principais colégios eleitorais do interior com 415 mil votantes, podem ter disputa em família para a prefeitura. O pré-candidato a prefeito pelo PMDB, Renato Amary, terá de derrotar a ex-mulher, a deputada estadual Maria Lúcia Amary, do PSDB, se quiser voltar ao Palácio dos Tropeiros. Ex-deputado federal, Renato administrou a cidade de 1997 a 2004, quando Maria Lúcia era primeira-dama. Ela também presidiu o Fundo Social de Solidariedade até ser eleita deputada em 2002 com a ajuda do então marido. O casal está separado há pouco mais de um ano.

 

Maria Lúcia vinha resistindo a aceitar a pré-candidatura, mas nesta segunda-feira, 26, ganhou um empurrãozinho do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Durante a entrega de escrituras do programa de regularização fundiária para 945 famílias do Jardim Ipiranga, o governador distribuiu afagos à deputada mesmo na presença de outros dois pré-candidatos tucanos, o ex-deputado federal Antonio Carlos Pannunzio e o atual presidente da Câmara de Sorocaba, José Francisco Martinez. Pannunzio chegou a ser o mais cotado, mas opôs resistência - ele preside o Memorial da América Latina, órgão do governo estadual. A deputada, que preside a Comissão de Justiça da Assembleia Legislativa, disse que, embora não descarte uma possível candidatura, o partido só tomará a decisão em janeiro.

 

Sobre a possibilidade de enfrentar o ex-marido, apontado como um dos concorrentes mais fortes, disse que o PSDB vive um bom momento. "Somos governos bem avaliados tanto aqui como no Estado." Em Sorocaba, ela seria lançada com o apoio do prefeito tucano Vítor Lippi, sucessor e "cria" política de Renato Amary - os dois se desentenderam e hoje são adversários. Outros três partidos também definiram candidaturas. O PT concorre com a ex-deputada federal Iara Bernardi. O vereador Hélio Godoy deve sair pelo PSD de Gilberto Kassab e o ex-deputado estadual Raul Marcelo pelo PSOL.

Tudo o que sabemos sobre:
Sorocabaprefeituraeleições 2012

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.