Soldado brasileiro morre ho Haiti

O soldado do Exército Geraldo Barbosa Luiz, que estava servindo no Batalhão de Infantaria de Força de Paz do Haiti, morreu na madrugada desta sexta-feira, 1. Segundo o Exército, "o soldado realizou um disparo com um fuzil FAL 7,62 mm contra a própria cabeça, no interior do aquartelamento, em Porto Príncipe".

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

01 de novembro de 2013 | 20h45

O soldado, que tinha 21 anos, chegou a ser socorrido e levado para o hospital da cidade, mas morreu menos de uma hora depois. Um inquérito policial militar (IPM) foi para apurar o fato e deverá ser concluído em até 40 dias. Segundo o Exército, a família do militar foi informada da sua morte e está recebendo apoio do comando do 11º Regimento de Cavalaria Mecanizado, em Ponta Porã (MS), onde ele trabalhava.

O Ministério das Relações Exteriores lamentou, em nome do governo brasileiro, o falecimento do soldado Geraldo, "com grande pesar". O governo transmitiu também suas manifestações de consternação e tristeza aos familiares do soldado pela perda pessoal que sofreram e reitera seu compromisso de longo prazo com o Haiti e a MINUSTAH.

O ministro da Defesa, Celso Amorim, por sua vez, enviou aos familiares do soldado telegrama manifestando pesar sobre o ocorrido.

Tudo o que sabemos sobre:
Haitisoldadomorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.