Barat 21
Barat 21

Soldado brasileiro é baleado no Haiti

Peterson Ramos Fiuza é atingido por dois tiros após briga entre gangues, mas passa bem

Débora Bergamasco, O Estado de S. Paulo

05 de janeiro de 2015 | 11h34

Brasília - O soldado brasileiro Peterson Ramos Fiuza, em missão no Haiti, levou dois tiros na noite desse domingo, 4, em Porto Príncipe, após uma briga entre gangues da cidade, mas passa bem.

Uma bala passou de raspão e outra está alojada na região glútea. Ele está hospitalizado, consciente, e passará por uma cirurgia. O combatente foi atingido às 20h50 de domingo (23h50, no horário de Brasília).

Fiuza está em missão faz menos de seis meses e pertence ao 4º Regimento de Carros de Combate de Rosário do Sul (RS). O governo brasileiro já foi informado e está prestando as assistências necessárias.

As Forças Armadas do Brasil estão há dez anos em missão de paz no Haiti, onde conta atualmente com cerca de 1.300 militares.

Tudo o que sabemos sobre:
HaitiForças Armadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.