Sobre Meirelles no MDB, Marun afirma: 'Positivo, mas não garantimos candidatura'

Mais cedo, ministro disse ao 'Estado' que titular da Fazenda poderia ser o indicado do partido ao Planalto

Carla Araújo e Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

27 Fevereiro 2018 | 20h19

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse em coletiva de imprensa no Palácio do Planalto nesta terça-feira, 27, que, caso o ministro da Fazenda Henrique Meirelles queira se filiar ao MDB, "será bem-vindo", mas não terá a garantia de que será o candidato do partido à sucessão do presidente Michel Temer. "Se ele se dispuser e tiver o desejo vir para o MDB, penso que é positivo, mas não podemos garantir que ele será nosso candidato à Presidência", disse. "Essa garantia não podemos dar."

++ Meirelles diz que está conversando com MDB sobre possível candidatura

Segundo Marun, o partido e o governo respeitam a "pretensão" do ministro da Fazenda em concorrer, mas isso não significa um apoio à sua candidatura. Marun disse ainda que "é obvio" que Temer seria o candidato natural do partido, mas que até agora ele tem resistido a confirmar a ideia de reeleição. "É obvio que se presidente Temer desejar ser candidato, será o candidato natural do MDB", destacou.

++ 'Meirelles pode vir a ser nosso candidato, sim', diz Marun

Nesta terça-feira, 27, em entrevista ao Estado, Marun disse eram "grandes as chances" de Meirelles, hoje no PSD, concorrer à Presidência da República pelo MDB. Meirelles pode vir a ser nosso candidato, sim. Penso que esse pode ser o caminho, mas não temos como garantir com certeza isso a ele, porque tudo depende da conjuntura política", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.