Sobre anistia, Jobim diz que 'temos de pensar no futuro'

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, deu como encerrada a polêmica em torno de uma eventual revisão da Lei da Anistia para punir torturadores da época do regime militar. A discussão foi suscitada pelo ministro da Justiça, Tarso Genro, e provocou reações contrárias dos militares. "Temos de pensar no futuro. O passado já passou", disse Jobim."Este é um assunto absolutamente superado", afirmou. Jobim atribuiu à imprensa a responsabilidade pela repercussão que o assunto ganhou nos últimos dias. "Foi a imprensa quem deu valor a essa falsa polêmica", disse. O ministro da Defesa participou hoje da abertura da Labace, feira latino-americana do setor de aviação, em São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.