Sob vaias e aplausos, Kassab elogia gestão petista

Líderes dos partidos que compõe a base do governo Dilma Rousseff abriram na noite desta quarta-feira o evento que celebra os 10 anos de governo petista, realizado em um hotel na zona norte da capital paulista. O destaque foi para o discurso para o ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, que falou por um minuto e meio sob vaias e aplausos. "O PSD se sente muito confortável em estar aqui hoje", disse Kassab, que ressaltou em sua declaração que o "povo brasileiro hoje vive muito melhor".

AE, Agência Estado

20 de fevereiro de 2013 | 20h37

Os dirigentes do PMDB, PR, PDT, PSB e PCdoB destacaram "o orgulho de participar da gestão petista". O presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, disse que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pegou o País numa "situação gravíssima", "quebrado, sem crédito lá fora (no exterior) e devendo para o FMI". "Não há como esconder essa realidade e o FHC diz que é picuinha, mas é a realidade nua e crua", afirmou.

Já o presidente nacional do PMDB, Waldir Raupp, destacou a parceria com o PT ao longo dos últimos anos. "A aliança PT/PMDB está dando certo", defendeu o peemedebista que falou em nome do vice-presidente da república, Michel Temer. O PMDB trabalha pela manutenção de Temer como vice de chapa para a disputa presidencial em 2014 ao lado da presidente Dilma Rousseff.

Como representante do PSB, Roberto Amaral, vice-presidente nacional da legenda, destacou em seu breve discurso a liderança do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no País e da luta da presidente Dilma durante a ditadura. Para ele, o atual governo representa a vitória das esquerdas e a ascensão das massas. "Esperamos continuar de mãos dadas e de braços juntos", declarou o pessebista, no momento em que especula-se que seu partido deixe a coalizão para lançar a candidatura à presidência do governador de Pernambuco e presidente nacional da legenda, Eduardo Campos.

Também fizeram discursos o presidente nacional do PDT, Carlos Luppi, e o presidente nacional do PR, Alfredo Nascimento, que ressaltaram em suas falas o "orgulho" de participarem do governo. "É um país que orgulha à todos", comentou Nascimento, lembrando a figura do ex-vice-presidente da República, José Alencar.

Participam do evento os ministros José Eduardo Cardozo (Justiça), Aloizio Mercadante (Educação), Marta Suplicy (Cultura), Alexandre Padilha (Saúde), Miriam Belchior (Planejamento), Tereza Campelo (Desenvolvimento Social e Combate à Fome), Pepe Vargas (Desenvolvimento Agrário), Helena Chagas (Comunicação Social) , Ideli Salvatti (Relações Institucionais), Eleonora Menicucci (Secretaria de Políticas para as Mulheres) e Maria do Rosário (Direitos Humanos).

Tudo o que sabemos sobre:
PTcomemoraçãoKassabvaias

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.