Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

‘Só é prioridade o que combate efeitos da pandemia’, diz vice-presidente da Câmara

Após Bolsonaro enviar lista com 35 itens ao Congresso, que vai da posse de armas ao homeschooling, aliado de Arthur Lira diz que foco é no combate a 'efeitos sanitários, econômicos e sociais' da crise

Pedro Caramuru, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2021 | 13h09

O vice-presidente da Câmara, o deputado Marcelo Ramos (PL-AM) disse nesta quinta-feira, 4, apenas ver como “urgentes” os assuntos que têm relação com a pandemia do novo coronavírus. Ele comentava a lista de prioridades legislativas entregue nesta quarta, 3, pelo presidente Jair Bolsonaro a parlamentares. “Para mim só é prioridade o que combate os efeitos sanitários, econômicos e sociais da pandemia”, disse em entrevista à rádio CBN. 

“Portanto, o que tem relação com vacina, o que tem relação com reestruturação do sistema de Saúde, com a possibilidade de se criar um programa de renda mínima bem estruturado e consistente no País, são as únicas coisas que são urgentes”, disse.

Conforme relatou de conversa com o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), foi definido que mais imediatas são a instalação da Comissão Mista do Orçamento, a fim de votar as contas públicas para este ano, e a aprovação da PEC Emergencial, das reformas Administrativa e Tributária.

“Essa é a prioridade da Câmara dos Deputados, que é a prioridade do Brasil: enfrentar os efeitos da pandemia e criar um ambiente de negócios que possibilite o Brasil voltar a crescer após a pandemia”, afirmou Ramos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.