Só 3 candidatos comparecem a debate em Porto Alegre

O oitavo debate de hoje da campanha eleitoral para a prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, contou com a presença de apenas três dos oito candidatos. O encontro foi promovido pelo Colégio Farroupilha e reuniu cerca de 600 estudantes de nível médio para ouvir as propostas de Manuela Dávila, (PCdoB-PPS-PR-PTdoB-PMN-PSB-PTN), Nelson Marchezan Jr (PSDB) e Vera Guasso (PSTU-PCB) para a juventude. O debate durou uma hora e constou de duas perguntas para cada candidato. Nelson Marchezan Jr prometeu incentivar o parque tecnológico para aumentar o mercado de trabalho em informática para os jovens. "Somos referência no hemisfério sul em tecnologia de informática, temos que aumentar os investimentos em fábricas de hardware para colocar nossos jovens no mercado de trabalho do futuro", afirmou o candidato. Manuela Dávila disse que vai criar incentivos para as empresas que utilizarem energia solar e proprietários de imóveis que reaproveitarem a água. Também prometeu qualificar os jovens para trabalhar nos postos de serviços que serão abertos com a Copa do Mundo de 2014. Vera Guasso afirmou que irá governar com os movimentos sociais, "invertendo as prioridades de governo para os mais necessitados e dialogando com os movimentos sociais".Luciana Genro (PSOL-PV), Maria do Rosário (PT-PRB-PTC-PSL) e Ônix Lorenzoni (DEM-PP-PSC) justificaram suas ausências com mensagens que foram lidas pelo apresentador antes do início da solenidade realizada no ginásio de esportes da escola. O prefeito e candidato à reeleição José Fogaça (PMDB-PTB-PDT-PSDC) só tem participado de atividades políticas fora de seu horário de expediente. Ele deve se licenciar do cargo para se dedicar integralmente à campanha na segunda metade de setembro. Paulo Rogowski, do PHS, não justificou a ausência.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.