Skol coloca no ar 1º filme intitulado "Dona Carminha"

A Skol, a cerveja que desce redondo, colocou no ar ontem o primeiro filme da campanha intitulada "Dona Carminha". Criado pela F/Nazca, o filme mostra que só é possível enxergar o mundo redondo e atraente após tomar uma Skol. E o melhor: apreciar as "curvas" de Dona Carminha como curvas e não retas. Numa loja de óculos, um vendedor testa a visão de um jovem, mostrando-lhe figuras geométricas redondas. Mas o rapaz, que não toma Skol, enxerga tudo quadrado. É quando entra em cena a estonteante e bela Tatiana Machado, 21 anos, a Dona Carminha, assistente da loja. Como mais uma tentativa, o vendedor pede que ela mostre seus redondos seios. Contrariada, mas pelo bem da ciência, Dona Carminha abre a blusa; no entanto, nem mesmo suas curvas conseguem do rapaz a visão perfeita.Resultado do teste: disfunção visual. Suas íris estão quadradas. Para que o jovem volte a ver formas redondas, o vendedor dá a ele uma Skol. O rapaz bebe e os olhos voltam a ter as íris redondas.Depois disso, o vendedor mostra novamente um círculo e comprova que tudo voltou ao normal. Rápido e esperto, o jovem leva os olhos ao colo da assistente na esperança de agora sim ter a privilegiada visão. Atenta, ela conclui: "Não... ele está curado".Na próxima cena, em um bar, o jovem encontra Dona Carminha e, com cara de pedinte, roga: "Vai Dona Carminha. Pro bem da ciência". A locução completa: "Skol, a cerveja que desce redondo".Mercado - No Brasil desde a década de 60, a Skol sempre teve por característica a inovação. Primeira cerveja em lata do País, foi também a pioneira em lata de alumínio. Além de modernizar o mercado com as embalagens long neck e lata de 500 ml, a Skol, com irreverência, foi a primeira a adotar a "boca redondona" abertura maior da lata.A marca promoveu neste ano a 2ª edição do Skol Beats o maior festival de música eletrônica do País e o Skol Rock festa indoor itinerante que já percorreu oito cidades brasileiras em 2001, dando chances a novas bandas de rock de se lançarem no mercado.Além disso, já trouxe grandes nomes do rock internacional para o Brasil e patrocinou esportes radicais como o supercross e o caiaque. Todas essas iniciativas, aliadas ao slogan irreverente "Skol, a cerveja que desce redondo" e às campanhas bem-humoradas e antenadas da marca, garantiram o primeiro lugar em vendas no Brasil. Segundo a pesquisa Nielsen de julho de 2001, a Skol detém 32,4% do mercado nacional. Além de ser a mais consumida por aqui, a Skol é a quarta cerveja mais vendida no mundo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.