Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Skaf defende candidaturas do PMDB em 2016 e 2018

Presidente da Fiesp disse que partido é o 'ponto de equilíbrio' do governo federal, mas que deve lançar candidatos a prefeitos no ano que vem e para governador e presidente

ANA FERNANDES E VALMAR HUPSEL FILHO, O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2015 | 13h05

SÃO PAULO - O presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) defendeu nesta sexta-feira, 31, que o PMDB tenha candidaturas próprias para prefeito, em 2016, e para governador e presidente em 2018.

"Pela história do PMDB e por tudo o que ele representa e pelas pessoas envolvidas, nós não podemos aceitar mais a ideia de não lançarmos e liderarmos a situação, seja em São Paulo ou outros Estados brasileiros", disse Skaf ao discursar em um evento do PMDB mulher na capital paulista.

Questionado quando o PMDB irá deixar os cargos na Prefeitura de São Paulo, Skaf ponderou que "esta é uma decisão do partido". O partido tem na administração Fernando Haddad os secretários Gabriel Chalita (Educação) e Luciana Temer (Assistência Social).

Em seu discurso, Skaf ressaltou o papel do vice-presidente da República, presidente nacional PMDB, no governo. Para Skaf, em sua atuação como articulador político, Temer, e o próprio PMBD, são "pontos de equilíbrio".

"Estamos em um momento de dificuldades políticas e econômicas e mais uma vez nosso partido é um ponto de equilíbrio. O nosso presidente Michel Temer é um ponto de equilíbrio", avaliou. "Muitas vezes eu penso: imagine só se este governo não tivesse o Michel, se neste momento o País não tivesse o Michel como vice-presidente", completou.

Skaf exaltou ainda a serenidade, equilíbrio, paciência e capacidade de diálogo de Temer. "Neste momento o que o Brasil precisa é isso, porque problema é o que não está faltando", disse. 

Tudo o que sabemos sobre:
PMDBPaulo Skafeleições São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.